Intranet Hospital Primavera

Notícias internas

Prontuário afetivo: pacientes ganham identificação por meio de gostos e preferências no leito de UTI

Um prontuário é um documento utilizado pelos profissionais de saúde para registrar diariamente todas as informações referentes ao paciente assistido. Informações sobre a evolução do quadro de saúde, medicamentos prescritos e administrados, procedimentos realizados, além de nome, idade e números de documentos pessoas são obrigatórios para garantir um atendimento seguro. Porém, esse documento tão importante não deixa claro quem são de fato essas pessoas. Ele não revela seus gostos, suas preferências, nem quem elas representam no seu contexto familiar.

Para devolver essa identidade aos seus pacientes e acolhe-los nesse momento delicado, os profissionais de saúde das Unidades de Terapia Intensiva (UTI´s) do Hospital Unimed Primavera (HUP) criaram o prontuário afetivo. Nele constam informações como preferencias pessoais com relação a comida, música e hobbies. Além disso, para deixar as informações ainda mais acolhedoras os profissionais usam canetas coloridas e ilustrados com flores e corações.

“Devolver a identidade dos nossos pacientes nos mostrou o quanto isso é importante para ajudar no processo de recuperação. Além disso, ganhamos ainda mais confiança da família. Eles passam a se sentir mais seguros com relação às medidas adotadas durante o tratamento. Nossos pacientes não são somente mais um número nas estatísticas de contaminados da Covid-19. Eles são pais, mães, filhos, tios, tias, primos e amigos amados. É sempre o amor de alguém”, ressaltou a coordenadora da psicologia do HUP, Renata Cardoso.

Para o diretor técnico do HUP, Rafael Correia Lima, o Hospital está sempre procurando desenvolver ações que ajudem a melhorar ainda mais a segurança e o bem-estar dos pacientes. “O prontuário afetivo demonstra nosso compromisso com a saúde dos pacientes. Entendemos que cuidar não é só administrar medicamento e fazer exames. É acolher, ter empatia e compaixão pelo outro. Essa pandemia nos mostrou o quanto é importante manter um atendimento cada vez mais humanizado e voltado para manter nossos pacientes seguros e acolhidos”, destacou o diretor.

Nele constam informações como preferencias pessoais com relação a comida, música e hobbies.

Leia mais

UNIMED TERESINA DIVULGA RESULTADO IDSS 2020

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou os resultados do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) 2020, ano-base 2019, das operadoras de plano de saúde.

No IDSS, a ANS avalia um conjunto de indicadores, tais como: a qualidade em atenção à saúde, garantia de acesso, sustentabilidade no Mercado e gestão de processos e regulação.

A Unimed Teresina apresentou nota máxima (1,0) em dois indicadores: Sustentabilidade no Mercado (IDSM) e Gestão de Processos e Regulação (IDGR). O seu resultado final ficou em 0,7269, sendo 1,0 a nota máxima de desempenho, e zero a nota mínima, de acordo com os resultados do Programa.

 

No Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) 2019, ano-base 2018, seu resultado foi 0,7477 (acima do resultado anterior, ano-base 2017, que foi 0,7358).

Os resultados de todas as operadoras de saúde estão disponíveis no site oficial da ANS, no link http://www.ans.gov.br/images/stories/Materiais_para_pesquisa/Perfil_setor/idss/anexo_do_relatorio-listagem_completa_dos_resultados_do_idss-2019-v01-2021_03_04.pdf

Leia mais

Centro de Infusão do HUP já realizou mais de 200 atendimentos

Após um mês de inaugurado, o Centro de Infusão do Hospital Unimed Primavera (HUP) já realizou 212 atendimentos. O Centro foi criado para atender pacientes com Covid-19 que necessitam de medicações endovenosas, mas que estão estáveis e sem indicação de internação. Com isso, o HUP consegue disponibilizar mais leitos para os pacientes que desenvolvem os sintomas considerados mais graves da Covid-19.

“Esses pacientes são atendidos no Pronto Atendimento e após a avaliação do médico ele é encaminhado para iniciar o acompanhamento no Centro de Infusão. Eles são medicados e a equipe do Centro acompanha a evolução do paciente diariamente. Os horários das medicações são marcados pelos próprios pacientes. Se houver alguma piora no quadro de saúde do paciente, ele pode entrar em contato com a nossa equipe para receber as orientações necessárias”, destacou a médica e coordenadora do Centro de Infusão, Luana Chaib.

O Centro de Infusão do HUP funciona todos os dias da semana, das 7h às 19h, e dispõe de um canal de atendimento exclusivo pelo WhatsApp (086) 9 9426-5049. Por meio deste canal, o paciente pode entrar em contato com o Centro todos os dias para dirimir quaisquer dúvidas, remarcar horário de atendimento ou se apresentar sinais ou sintomas de piora clínica. “Caso venha sentir sinais e sintomas de piora clínica durante o período noturno, das 19h às 7h, o paciente deve procurar assistência no Pronto Atendimento do HUP. O Hospital funciona 24 horas para atendimento de urgência e emergência”, explicou a coordenadora.

O Centro foi criado para atender pacientes com Covid-19 que necessitam de medicações endovenosas, mas que estão estáveis e sem indicação de internação.

Leia mais

HUP leva música para seus profissionais de saúde

HUP leva música para seus profissionais de saúde

A rotina de trabalho dos profissionais do Hospital Unimed Primavera (HUP) foi quebrada na manhã da última sexta-feira (09) pelo som da voz e violão da enfermeira Ana Lívia. Caminhando pelos corredores do Hospital, Ana Lívia cantou a música “Paciência” do cantor Lenini e distribuiu chocolates e cartões com frases motivacionais. De acordo com a psicóloga Renata Cardoso, coordenadora do setor de psicologia do HUP e idealizadora da ação, a intenção foi cuidar desses profissionais que estão na linha de frente de combate à Covid-19, além de homenageá-los.  

“Diante desse sofrimento que todos nós estamos passando por conta do agravamento da pandemia e o fato de nós, como profissionais de saúde, termos que nos doar cada vez para nossos pacientes, precisamos ter uma atenção maior com a gente, nos cuidarmos mais. O isolamento social tem um impacto muito grande na nossa rotina e consequentemente no nosso psicológico. Então, poder olhar pra nós e entender a nossa dor é uma forma de cuidado. A música tem poder terapêutico. Por alguns minutos podemos tornar o ambiente de trabalho mais leve e mais acolhedor”, disse Renata.   

A psicóloga explicou ainda que a equipe de psicologia do HUP está desenvolvendo diversas ações junto aos profissionais de saúde para amenizar o estresse e a angustia do momento vivido. “Fazemos homenagens e rodas de conversas com nossos profissionais para juntos podermos enfrentar esse momento tão difícil”, explicou.

Desde o agravamento da segunda onda da pandemia da Covid-19, o HUP passou a ser exclusivo para atendimentos de pacientes Covid-19 ou com sintomas gripais. Essa medida foi necessária para ampliar o número de leitos para pacientes vítimas do novo coronavírus e manter a organização dos fluxos.

O diretor técnico do HUP, o coloproctologista Rafael Correia Lima, explicou que essa decisão foi necessária para garantir um atendimento seguro aos beneficiários. “Estamos nos adequando de acordo com a necessidade dos nossos clientes. Nosso papel é garantir que o atendimento aconteça da melhor forma. Nesse contexto de pandemia, estamos buscando a todo momento oferecer o que há de melhor no atendimento e tratamento dos beneficiários”, destacou.

  

A intenção foi cuidar desses profissionais que estão na linha de frente de combate à Covid-19, além de homenageá-los.

Leia mais

CONECT@ ADMISSIONAL

Dia Mundial da Saúde

Covid-19: HUP realiza parto de urgência para salvar mãe e filho

Toda mãe conta as semanas para ver o filho pela primeira vez. Para Laysi Silva, esse encontro teve que esperar 20 dias. Grávida de 8 meses, e com covid, ela deu à luz no Hospital Unimed Primavera (HUP), onde recebeu todos os cuidados e atenção. Neste sábado (27) Laysi finalmente, pode segurar Noah, seu pequeno milagre, nos braços. 
A autônoma Laysi Eugênia de Sousa de Silva, 35 anos, foi internada com Covid no HUP no dia 6 de março e, no dia seguinte, por conta da gravidade da doença, precisou ser intubada. Para salvar a vida da mãe e do bebê, a equipe médica teve que realizar um parto prematuro. Noah nasceu com 3,265 Kg, mas sedado por conta da medicação que a Laysi estava tomando. O recém-nascido foi transferido para uma maternidade onde passou uma semana na UTI neonatal.

       


“Foi uma decisão difícil, mas bastante assertiva. Não poderíamos perder tempo. Redobramos os cuidados na realização do procedimento e deu tudo certo. Ver Laysi encontrando com o filho Noah nos enche de esperança e de energia para continuar na luta contra a Covid-19”, comemorou o diretor técnico do HUP, coloproctologista Rafael Correia Lima. 
No dia 22, Laysi finalmente recebeu alta e pode voltar para casa, no bairro Manoel Evangelista, Zona Sudeste de Teresina. Laysi foi recebida com muita emoção por familiares e vizinhos. Por precaução da família, o tão aguardado encontro da mãe com o pequeno Noah só ocorreu neste sábado (27). Laysi também reencontrou sua mãe, Dona Osimar, que não tinha contato desde a internação.
“Quero agradecer a todos os profissionais de saúde do HUP pelo atendimento que recebi. Me senti como uma celebridade. Me trataram como uma rainha. Não consigo descrever a emoção de poder pegar meu filho no colo depois de tudo que passamos. Esse momento só foi possível por conta do comprometimento e da competência desses profissionais”, disse Laysi.

Leia mais

CONECT@ ADMISSIONAL

CONECT@ PROMOCIONAL - Seleção Interna 01/2021.

Pops Hospital Primavera

Protocolos

Processos Operacionais Padrão - POPs

Sem POPs