Intranet Hospital Ilhotas

Notícias internas

Feliz Dia das Mães

Profissionais dos hospitais Unimed participam de ação pelo Dia Mundial de Higienização das mãos.

  

Leia mais

Profissionais dos hospitais Unimed participam de ação pelo Dia Mundial de Higienização das mãos.

  

Leia mais

Profissionais dos hospitais Unimed participam de ação pelo Dia Mundial de Higienização das mãos.

  

Leia mais

Você sabe o que é PIMU?

Por conta da pandemia da Covid-19 houve um aumento considerável quanto ao uso de telas por parte, principalmente dos adolescentes. Estudos recentes mostram que o uso inadequado e abusivo da internet pode interferir na vida dos jovens levando a conflitos familiares, dificuldades de se relacionar, piora do sono, questões emocionais, psicológicas e piora do rendimento escolar.

A pediatra e hebiatra da Unimed Teresina, Talita Araújo, explica que a PIMU que é a sigla em inglês para "Uso Problemático de Mídias Interativas" não se restringe apenas a comportamento relacionados aos hábitos de jogar e apostar em ambientes virtuais, mas todas as interações nesse ambiente que levam a prejuízos funcionais e alterações de caráter compulsivo.

“Existem quatro formas de PIMU. A primeira é a busca compulsiva de informação online. Nesse caso, a pessoa não consegue ficar muito tempo desconectada e tem uma necessidade constante de ficar na internet. Segundo é o uso das redes sociais ao invés de interação direta. Terceiro o uso de pornografia levando a disfunção sexual. Quarto é o vício em jogos on-line. Todos esses comportamentos observados de forma exagerada compõem um quadro clínico de PIMU”, explicou.  

Talita disse ainda que se o filho jovem ou adolescente estiver fazendo uso abusivo das telas em geral, os pais ou responsáveis devem procurar ajuda profissional. “O hebiatra, que é o médico dos adolescentes, tem capacidade de atuar no tratamento de uso abusivo de telas e seus vícios. Esse tratamento deve incluir a família e adoção de regras e rotinas que ajudem o adolescente se livrar dessa dependência”, disse.

O uso inadequado e abusivo da internet pode interferir na vida dos jovens levando a conflitos familiares e dificuldades de se relacionar.

Leia mais

Atleta piauiense ganha medalha de prata no Campeonato Sul-americano de Jiu Jitsu

O atleta Bryam Lima, patrocinado pelo Sistema Unimed Teresina, levou prata no Campeonato Sul-americano de Jiu Jitsu, modalidade sem kimono, disputado neste domingo (25) na cidade do Rio de Janeiro. Bryam é campeão piauiense de Jiu-Jitsu 2018 e Maranhense 2020, campeão brasileiro na modalidade sem kimono em 2018, dez vezes campeão opens no Brasil, Inglaterra, Itália e Portugal, além de ter conquistado três outros vice-campeonatos.

“Oficialmente, inaugurei a faixa marrom. Quando partimos para uma competição, nós atletas sempre temos como foco a medalha de ouro. O problema é que não tem medalha dourada para todo mundo. Tem que ir à luta e dar o melhor de si. Saio desta competição com o sentimento de dever cumprido e muito feliz pelo meu desempenho, e isso pra mim, neste momento, tá valendo mais do que a cor da medalha. Obrigado a todos os meus apoiadores, patrocinadores, amigos e colegas de treino. Foi um grande resultado para o esporte piauiense”, declarou Bryam.

Para o gerente de comunicação e marketing da Unimed Teresina, Washington Moura, apoiar os atletas piauienses é uma forma de mostrar o quanto a Unimed Teresina está preocupada com as pessoas e em valorizar o esporte local. “Sabemos de todo esforço, dedicação e amor ao esporte que o Bryam tem. Por isso, essa prata é muito especial. Estamos muito orgulhosos!”, disse o gerente.

O Campeonato foi referendado pelas Confederações Brasileira e Internacional de Jiu-Jitsu e seguiu todos os protocolos de segurança contra a disseminação do novo coronavírus. ⠀

Bryam é campeão piauiense de Jiu-Jitsu 2018 e Maranhense 2020, campeão brasileiro na modalidade sem kimono em 2018, dez vezes campeão opens no Brasil, Inglaterra, Itália e Portugal, além de ter conquistado três outros vice-campeonatos.

Leia mais

Unimed Teresina ganha certificado de lugar excelente para trabalhar

A Operadora Unimed Teresina e a Unidade Unimed Ilhotas foram certificadas pela Great Place To Work (GPTW) Brasil como excelentes lugares para trabalhar. A GPTW é uma consultoria que apoia organizações a obterem  melhores resultados por meio de uma cultura de confiança, alto desempenho e inovação. A pesquisa foi realizada durante o mês de março entre os colaboradores do Sistema Unimed Teresina e revelou a satisfação dos mesmos em fazer parte da cooperativa.

Para o presidente do Sistema Unimed Teresina, Emmanuel Fontes, estar entre as melhores empresas para se trabalhar no Brasil, além de trazer mais visibilidade para cooperativa, é um reconhecimento a cada colaborador que faz sua trajetória profissional na Unimed e Intermed. “Isso significa que os colaboradores valorizam o Jeito de Cuidar, que é parte da nossa cultura e está presente no nosso dia a dia, em cada ação, no cuidado que temos com os nossos beneficiários. Tudo que fazemos é de coração”, destacou.

Fundada em 10 de março de 1983, a Unimed Teresina completou este ano 38 anos de existência. Atualmente possui mais de 1.000 médicos cooperados e 100 mil beneficiários, o que elevou a cooperativa a um patamar de operadora de grande porte. “A Unimed Teresina é uma marca sólida no mercado piauiense e tem a confiança das famílias. Nossa missão de cuidar das pessoas fica cada vez mais fortalecida a cada ano”, comemorou o presidente.

A pesquisa foi realizada durante o mês de março entre os colaboradores do Sistema Unimed Teresina e revelou a satisfação dos mesmos em fazer parte da cooperativa.

Leia mais

Prontuário afetivo: pacientes ganham identificação por meio de gostos e preferências no leito de UTI

Um prontuário é um documento utilizado pelos profissionais de saúde para registrar diariamente todas as informações referentes ao paciente assistido. Informações sobre a evolução do quadro de saúde, medicamentos prescritos e administrados, procedimentos realizados, além de nome, idade e números de documentos pessoas são obrigatórios para garantir um atendimento seguro. Porém, esse documento tão importante não deixa claro quem são de fato essas pessoas. Ele não revela seus gostos, suas preferências, nem quem elas representam no seu contexto familiar.

Para devolver essa identidade aos seus pacientes e acolhe-los nesse momento delicado, os profissionais de saúde das Unidades de Terapia Intensiva (UTI´s) do Hospital Unimed Primavera (HUP) criaram o prontuário afetivo. Nele constam informações como preferencias pessoais com relação a comida, música e hobbies. Além disso, para deixar as informações ainda mais acolhedoras os profissionais usam canetas coloridas e ilustrados com flores e corações.

“Devolver a identidade dos nossos pacientes nos mostrou o quanto isso é importante para ajudar no processo de recuperação. Além disso, ganhamos ainda mais confiança da família. Eles passam a se sentir mais seguros com relação às medidas adotadas durante o tratamento. Nossos pacientes não são somente mais um número nas estatísticas de contaminados da Covid-19. Eles são pais, mães, filhos, tios, tias, primos e amigos amados. É sempre o amor de alguém”, ressaltou a coordenadora da psicologia do HUP, Renata Cardoso.

Para o diretor técnico do HUP, Rafael Correia Lima, o Hospital está sempre procurando desenvolver ações que ajudem a melhorar ainda mais a segurança e o bem-estar dos pacientes. “O prontuário afetivo demonstra nosso compromisso com a saúde dos pacientes. Entendemos que cuidar não é só administrar medicamento e fazer exames. É acolher, ter empatia e compaixão pelo outro. Essa pandemia nos mostrou o quanto é importante manter um atendimento cada vez mais humanizado e voltado para manter nossos pacientes seguros e acolhidos”, destacou o diretor.

Nele constam informações como preferencias pessoais com relação a comida, música e hobbies.

Leia mais

UNIMED TERESINA DIVULGA RESULTADO IDSS 2020

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou os resultados do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) 2020, ano-base 2019, das operadoras de plano de saúde.

No IDSS, a ANS avalia um conjunto de indicadores, tais como: a qualidade em atenção à saúde, garantia de acesso, sustentabilidade no Mercado e gestão de processos e regulação.

A Unimed Teresina apresentou nota máxima (1,0) em dois indicadores: Sustentabilidade no Mercado (IDSM) e Gestão de Processos e Regulação (IDGR). O seu resultado final ficou em 0,7269, sendo 1,0 a nota máxima de desempenho, e zero a nota mínima, de acordo com os resultados do Programa.

 

No Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) 2019, ano-base 2018, seu resultado foi 0,7477 (acima do resultado anterior, ano-base 2017, que foi 0,7358).

Os resultados de todas as operadoras de saúde estão disponíveis no site oficial da ANS, no link http://www.ans.gov.br/images/stories/Materiais_para_pesquisa/Perfil_setor/idss/anexo_do_relatorio-listagem_completa_dos_resultados_do_idss-2019-v01-2021_03_04.pdf

Leia mais

Centro de Infusão do HUP já realizou mais de 200 atendimentos

Após um mês de inaugurado, o Centro de Infusão do Hospital Unimed Primavera (HUP) já realizou 212 atendimentos. O Centro foi criado para atender pacientes com Covid-19 que necessitam de medicações endovenosas, mas que estão estáveis e sem indicação de internação. Com isso, o HUP consegue disponibilizar mais leitos para os pacientes que desenvolvem os sintomas considerados mais graves da Covid-19.

“Esses pacientes são atendidos no Pronto Atendimento e após a avaliação do médico ele é encaminhado para iniciar o acompanhamento no Centro de Infusão. Eles são medicados e a equipe do Centro acompanha a evolução do paciente diariamente. Os horários das medicações são marcados pelos próprios pacientes. Se houver alguma piora no quadro de saúde do paciente, ele pode entrar em contato com a nossa equipe para receber as orientações necessárias”, destacou a médica e coordenadora do Centro de Infusão, Luana Chaib.

O Centro de Infusão do HUP funciona todos os dias da semana, das 7h às 19h, e dispõe de um canal de atendimento exclusivo pelo WhatsApp (086) 9 9426-5049. Por meio deste canal, o paciente pode entrar em contato com o Centro todos os dias para dirimir quaisquer dúvidas, remarcar horário de atendimento ou se apresentar sinais ou sintomas de piora clínica. “Caso venha sentir sinais e sintomas de piora clínica durante o período noturno, das 19h às 7h, o paciente deve procurar assistência no Pronto Atendimento do HUP. O Hospital funciona 24 horas para atendimento de urgência e emergência”, explicou a coordenadora.

O Centro foi criado para atender pacientes com Covid-19 que necessitam de medicações endovenosas, mas que estão estáveis e sem indicação de internação.

Leia mais

Processos Operacionais Padrão - POPs

Sem POPs