NOTÍCIAS

Dieta: Aprenda a usar a psicologia a seu favor

09 de Junho de 2017
A A A

 

 

1. Equilibre os três fatores da dieta de sucesso

Quando você passa a comer de maneira correta e na quantidade certa, pratica atividades físicas com frequência, sobretudo as aeróbicas, acompanhadas de intervenções comportamentais para perda de peso, os resultados são muito mais eficazes e duradouros, tornando o emagrecimento um processo totalmente saudável.

Mantenha o foco nos seus objetivos e encontre a motivação para alcançá-los. Busque o equilíbrio dos três fatores de uma dieta de sucesso:

1. Programa alimentar balanceado ou reorientação nutricional;

2. Exercícios físicos regulares;

3. Acompanhamento psicológico.

 

2. Não tenha pressa

Uma das principais razões para o insucesso de muitas dietas é a pressa em emagrecer. Ninguém perde calorias ou elimina gordura do dia para a noite. É um processo lento, que depende de diversos fatores para apresentar um resultado positivo e saudável. Cada indivíduo é único, com objetivos e limitações divergentes.

 

3. Fique longe das armadilhas

Sente-se longe das mesas de doces nas festas e confraternizações. E nunca, nunca mesmo, vá ao mercado com fome! Sua mente induzirá você a comprar algo fácil de fazer e que possa ser consumido rapidamente. E, geralmente, esses alimentos são ricos em carboidratos, gorduras e condimentos.

 

4. Tire do seu alcance tudo aquilo que engorda

Petiscos e aquelas comidinhas nada saudáveis que costumamos comer durante a tarde ou nas madrugadas são péssimos para qualquer dieta. Entretanto, parecem bálsamos para mentes “ansiosas”. Tê-los ao seu alcance é extremamente perigoso, pois você, mais cedo ou mais tarde, muito provavelmente os atacará. Então, não hesite em retirar esses alimentos de seu alcance fácil. Escondê-los não adianta nada: tudo o que é proibido é mais gostoso. Por outro lado, o que dá mais trabalho para fazer ou para pegar ajuda a reduzir o seu consumo.

 

5. Deixe as emoções de lado quando for montar seu prato

Não deixe que suas emoções montem seu prato! Elas influenciam diretamente na escolha dos alimentos que serão consumidos no almoço ou no jantar. E não será com comida que você curará sua tristeza, ansiedade ou aborrecimentos. Seu cérebro será apenas enganado momentaneamente. Será um falso prazer que, com o tempo, precisará ser alimentado cada vez mais para que você se sinta bem. Quem tem maior dificuldade em perder peso ou em controlar seus pensamentos irracionais deve procurar acompanhamento especializado de médicos, nutricionistas, nutrólogos, profissionais de educação física e psicólogos para se manter na linha.