NOTÍCIAS

Benefícios de caminhar e pedalar

13 de Abril de 2018
A A A

Estudos recentes trazem a novidade de que a prática de atividade física, provoca, no ser humano, mudanças que vão além da saúde física já que induzem a produção de substâncias pelo cérebro, as quais estimulam os neurônios a elaborarem respostas aos desafios do dia a dia.

Pesquisa realizada no Estados Unidos evidenciou que aumentar a carga de atividade física afeta de forma positiva o humor e o desempenho cognitivo. Além disso, revisões científicas apontam que essa prática reduz o risco de comprometimento neural leve em 35% e o de Alzheimer em 51% (RUPRECHT,2017).

Neurologista da Universidade de São Paulo, confirmou que com a atividade física regular os neurônios passam a receber um aporte sanguíneo extra e ganham ramificações, passando a se comunicarem com maior eficiência, aprimorando a memória, apurando a flexibilidade cognitiva e melhorando a capacidade de ignorar estímulos irrelevantes. Conclui-se daí que o sedentarismo é o terceiro maior fator de risco para o desenvolvimento de doenças demenciais, atrás apenas do baixo nível educacional e do tabagismo.

Outras vantagens da prática de atividade física simples, a exemplo do andar de bicicleta, é o fato de impactarem positivamente na melhora da circulação sanguínea, reduzindo a taxa do colesterol ruim, diminuindo o risco de Infarto Agudo do Miocárdio, aumentando a capacidade respiratória, acelerando o metabolismo e ajudando a prevenir a osteoporose que reduz o risco de fraturas por quedas.

A caminhada, com periodicidade mínima de três vezes por semana, é uma forma de atividade física bem acessível a todos, também oferece benefício já que utiliza a gordura corporal como fonte de energia, dependendo da sua intensidade e duração. Nas caminhadas regulares a circulação sanguínea se torna mais fácil, acarretando o aumento da frequência cardíaca e o controle da pressão arterial.

Lembrar que é importante aliar à atividade física regular uma dieta equilibrada.